terça-feira, 23 de dezembro de 2014

PT e Lula: Quanto mais batem, mais crescem

Artigo de Luis Nassif, no blog Diário do Centro do Mundo, nos dá verdadeira dimensão do Febeapá jurídico em que está envolvido o PSDB contra Dilma Rousseff, sob a batuta de um fanático boçal, chamado Carlos Sampaio, coordenador jurídico do partido. Vejamos: Um antigo provérbio diz que, para quem só sabe usar martelo, todo problema é um prego. O deputado federal Carlos Sampaio, promotor, desponta no PSDB e no cenário nacional não pelas propostas inovadoras, pelas ideias, pela postura — nada disso, a não ser por sua capacidade incrível de recorrer à Justiça contra o governo Dilma seja por que motivos, especialmente os mais absurdos. Coordenador jurídico do partido, sua jogada mais recente foi entrar no TSE pedindo a diplomação de Aécio, o que virou motivo de piada mundial. Mas Sampaio já vem dando suas cacetadas há tempos. Ele já protocolou na Procuradoria Geral da República uma representação por improbidade administrativa contra Dilma por causa do envio de cartões de Natal aos servidores públicos. Fez o mesmo, desta vez na Comissão de Ética da presidência, por causa daquela escala da comitiva presidencial em Lisboa, na volta de Davos. Pediu explicações quando Padilha, então ministro, convocou uma cadeia de rádio e TV para falar da campanha nacional contra o HPV. Talvez Padilha devesse, na visão de Sampaio, mandar um SMS. Requisitou a apuração de uma possível lavagem de dinheiro no processo de arrecadação de fundos para pagar multas dos petistas condenados pelo mensalão. Questionou juridicamente se o PT não fazia apologia ao crime no ato de desagravo em Brasília durante um congresso nacional no ano passado. Ele é o autor do relatório paralelo sobre os trabalhos da CPMI da Petrobras, no qual citou o falecido ex-presidente do PSDB, Sérgio Guerra, para provar sua “isenção”. Em outubro, acreditava-se que Sampaio já atingira o teto da esculhambação. Foi ele quem apresentou o pedido ao TSE para verificar a “lisura” da eleição. Segundo o texto protocolado, a apuração e a infalibilidade da urna eletrônica foram questionadas nas redes sociais. No próprio tribunal os juízes lembraram-se de outros questionamentos do Facebook, por exemplo, se Elvis está vivo. Carlos Sampaio faz o que faz porque sabe que suas chantagens darão notícia, por mais estapafúrdias. É ele quem alimenta os boçais em redes sociais, criando um ciclo vicioso conspiratório. Em seu site, ele se orgulha: “Amigos, a imprensa deu destaque ao nosso relatório paralelo na CPMI da Petrobras, muito mais abrangente do que o relatório oficial.” Na vida real, o deputado mais votado da região de Campinas recebeu 250 mil reais de uma empreiteira envolvida no Lava Jato, de acordo com o jornal O Globo. Sampaio não se manifestou sobre o caso. E nem vai. Sua campanha arrecadou, oficialmente, 3 milhões de reais. Em março, escreveu um artigo na Folha sobre a decisão de Aécio de tentar impedir o Google de mostrar resultados vinculando seu nome ao uso de cocaína. “Quem o conhece [Aécio] sabe que ele sempre defendeu a liberdade de imprensa, de opinião e de expressão”, diz Carlos Sampaio, a nova liderança do PSDB, um homem para não esquecer, um sicofanta com um longo caminho pela frente, isso se ele não processar a si mesmo em sua sanha de carimbador maluco.

Petrobras
Anteontem as ações da Petrobras subiram 5% de valor na Ibovespa. Para a mídia golpista, o aumento foi devido ao crescimento do PIB dos Estados Unidos. Engraçado é que quando as ações da Petrobras caem de valor, a culpa é do PT. Especialmente “da corrupção do PT”. Mas... o mesmo escândalo que “baixou as ações” continua no ar, e agora, que as ações subiram, o mérito é do crescimento do PIB americano. Lindo, né? E ainda tem quem ache que Papai Noel não existe.

Mariel
Já não encontro os biltres de dois meses atrás questionando como uma atitude irresponsável, estapafúrdia a parceria do Brasil com Cuba, com o BNDES emprestando recursos para a construção do Porto de Mariel em Cuba. Com a atitude de Barack Obama sob as bênçãos do Papa Francisco, retomando as negociações para o fim do embargo, restou provado que o Brasil estava certo. Afora os argumentos altamente consistentes em favor da parceria. Veja-se vídeo no yuotube onde diretor da CNI defende a atitude brasileira.

"Non passará"
Sente-se que a volta da ditadura é uma proposta idiota que não passará. A derrubada do busto do ditador Costa e Silva, numa praça, e a estridente vaia em Jair Bolsonaro que evitou de emitir seus relinchos numa palestra na faculdade de Direito da Universidade federal Fluminense, demonstram que o Brasil tem jeito.

FotoLegenda
 Imagem de uma loja em qualquer parte do Brasil, mostrando o aglomerado de gente nas compras de véspera de Natal. A imagem não condiz com a ideia de um país falido que Aécio Neves e seus asseclas da imprensa golpista divulgaram nos últimos meses sobre o Brasil governado pelo PT nos últimos doze anos. Seria bom que se pudesse comparar com alguma foto do comércio nas vésperas dos últimos natais do governo Fernando Henrique Caviloso...