quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

A vida pelo avesso: Veja classifica Aécio como o pior e põe petistas entre os melhores

A revista Veja inventou um tal Ranking do progresso e ali classificou parlamentares federais do Senado e da Câmara Federal. Acostumados às borodadas semanais os petistas ficaram de queixo caído ao verem o senador Aécio Neves, queridinho da revista até o dia da eleição do segundo turno e nos primeiros momentos de tentativa do terceiro turno com as lutas inglórias pelo imepachemente pela não aprovsação das contas de Dilma e ainda a tentativa estapafúrdia de uma “intervenção” militar. Fazia somente uma semaninha que a Veja, aquela mesma que antecipou a eduição da semana da eleição para ser usada como panfleto, disribuido por “militontos” tucanos em quase todas as capitais brasileiras, havia pedido, talvez pela milionésima vez, através do colunista José Roberto Guzzo, “a morte do PT”. E eis que a grande surpresa foi exatamente o último colocado, como o pior senador do Brasil, como um contundente nota “Zero”, algo massacrante para quem passoua  vida brandidno o discurso da meritocracia. Não bastasse o insperado “zero” ao namoradinho da revista, eis que ela revela entre os dez melhores, nada menos que cinco petistas: Gabriel Guimarães, Ângelo Vanhoni, Alessandro Molon, Claudio Puty e Amaury Teixeira para Gabriel Guimarães (PT-MG); entre os top ten do Senado, três são do PT, como Lindbergh Farias (PT-RJ) e Aníbal Diniz (PT-AC). Quanto à desculpa de que Aécio tirou nota “Zero” por ser candidato majoritário, soou mais que falsa, porque Lindenberg e outros dois senadores do PT que estavam disputando cargos majoritários estão entre os dez melhores senadores.

Despedida
Última coluna do ano. A mesma luta de sempre. “Lutar com palavras é a luta vã, no entanto lutamos mal rompe a manhã”. Assim continuaremos nossa batalha ininterrupta. Algumas vezes dominaremos as palavras, noutras, seremos por elas dominados. É a vida. É a luta.

Crise
Produção da Petrobras no Brasil cresce 9% e bate recorde em outubro. A produção de petróleo da Petrobras no Brasil, no 3º trimestre de 2014, atingiu a média de 90 mil barris por dia (bpd), 9% acima do mesmo período de 2013. O volume representa recorde histórico, acima do recorde anterior, registrado em dezembro de 2010. A inflação está dentro da meta; A produção de grãos e de carne é a melhor de todos os tempos. Mas a ideia que continua sendo vendida na mídia é que estamos no rumo do abismo econômico.

Fogo amigo
A nota zero atribuída a Aécio neves pela sua amiga revista Veja deixa a impressão de que ela continua amiga do PSDB, mas o príncipe encantado já não Aécio e que em 2018, tudo indica que a Veja vai de Geraldo Alckmin. Quem sabe, em vez de príncipe a volta do sapo José Serra...