sábado, 21 de março de 2015

Mineiro começa a incomodar o esquema do prefeito Carlos Eduardo

O Instagram do deputado Fernando Mineiro foi invadido há uns três ou quatro dias, com agressões do nível mais reles, incluindo-se neste vendaval de sandices, o baixo calão, como aconteceu a Dilma na Avenida Paulista no último dia 15, reedição da abertura da Copa do Mundo no Itaquerão. A direita está provocando saudades dos tempos em que as marchas fascistas eram em defesa da família. Agora, além de nazi-fascista, a direita revela uma linguagem de cabaré, onde é preciso escrever na parede “Obiente familial”. A direita raivosa está involuindo. Ao perder o discurso político apela para a baixaria escrachada. No instagram, chafurdaram em aleivosias, agredindo a vida íntima do deputado, fizeram acusações absolutamente levianas, desceram à lama das injúrias, da calúnia e da difamação. Coisas da vida íntima, da privacidade que o deputado nunca pôs em palanque. E no âmbito político, fizeram achincalhes que demonstram que há um desespero antecipado, por força da consolidação do nome de Mineiro como o candidato já legitimado perante a opinião pública para enfrentar o prefeito que gozou uma longa lua-de-mel diante do desgaste de Micarla de Souza, mas passou os pés pela mão ao apoiar Henrique e Wilma, numa clara traição a Robinson Faria, que o havia apoiado contra o próprio Mineiro em 2012, e a Fátima Bezerra, que sempre foi sua mais fiel defensora nos corredores e gabinetes de Brasília, em seis anos de mandato como prefeito de Natal. Ninguém tem dúvidas quanto à seriedade de Mineiro. Um dos poucos políticos cuja honradez é intocável. Isso prova que algo incomodou de maneira superlativa o esquema do prefeito. Cá com meus botões, imagino que tenha sido alguma pesquisa de consumo interno do carlismo que deve ter trazido o nome de Mineiro em alta. Não bastasse a luz apagada de Carlos Eduardo numa administração que não mais se destaca, como no passado, quando tinha o apoio do PT, eis que Miniero surge como o deputado de maior destaque ao ser prestigiado pelo governador Robinson Faria, que tem deixado clara uma profunda admiração, respeito, prestígio e gratidão por ele, insistindo, inclusive, até fazê-lo líder da bancada na Assembleia Legislativa. Estive em Natal durante a semana e constatei o quanto Miniero tem subido na preferência popular para enfrentar Carlo Eduardo em 2016. É indubitável que o pleito já está polarizado entre os dois. Wilma de Faria, Rogério Marinho e Hermano Morais deverão estar todos no palanque de Carlos Eduardo, não somando nada no primeiro turno e deixando de agregar para o segundo. Mineiro agora tem claramente o apoio da cúpula nacional do PT, coisa que não teve na eleição passada, contará com o apoio do governador do Estado, de vários colegas de bancada, de uma leva importante de vereadores cujas energias não batem com a do prefeito. E terá Fátima Bezerra como senadora, com muita convicção, no seu palanque. Carlos Eduardo formará um palanque de derrotados... E até mesmo o balão de ensaio de uma candidatura à prefeita, da brava vereadora Amanda Gurgel, parece não ter nenhuma lógica, por ser interesse mesquinho da direita de tirá-la da Câmara e dividir as preferências dos eleitores pela esquerda. A baixaria, com certeza, não ajudará a salvar a re-candidatura Carlos Eduardo. Pelo contrário, ela só consegue conferir a Mineiro, um “plus” que o seu perfil de lutador ardente jamais poderia deixá-lo ter, que é a aura de vítima... De modo que, quem tem uma assessoria estúpida, como a de Carlos Eduardo, não precisa de adversários. Mineiro 2016 já é uma realidade palpável.

Protesto
A rede Globo liderou a articulação do Movimento Fora Dilma, em 15 de março, passado. Agora os apoiadores de Dilma irão à porta da Rede Globo, num grande protesto contra o seu poderio. Será no Dia 1º. de abril. A data não foi escolhida por acaso.

Chuva
Ontem caiu uma chuva de 80 mm na Vila Amazonas da Serra do Mel-RN, onde resido. Nossos plantios de melancia já estavam com as folhinhas virando, com tanta sede. Agora, creio que a safra estará garantida, pois vão começar a enramar e o sereno da noite, que deixa muito orvalho, vai garantir o resto. Qualquer chuvinha que cair em cima, é safra garantida. Em algumas partes dos plantios da Vila Amazonas da Serra do Mel, a chuva de ontem chegou a 105 mm.

FotoLegenda