terça-feira, 31 de março de 2015

Demóstenes Torres expõe as tripas de Caiado e Agripino também é malhado feito “judas” às vésperas de aleluia

Artigo do “007Bondblog” traz importantes informações que fizeram chover no canteiro dos que fazem a defesa das conquistas sociais e políticas do país nos últimos anos. É que Demóstenes Torres, depois de tudo que sofreu tendo sido abandonado pelo DEM, voltou-se contra seu conterrâneo Ronaldo Caiado ao ver o ex-aliado tomar as dores de José Agripino pedindo em sua defesa, o benefício da dúvida. Solidariedade que Demóstenes não teve quando mais precisou. Vejamos ao artigo: “Nunca antes nesse país. Não me recordo de ver a direita reacionária e bolorenta, além de corrupta e oportunista, envolvida em episódio de esfacelamento e sangria como no recente caso envolvendo o senador Ronaldo Caiado (com letras minúsculas mesmo) e o ex-paladino da falsa moral pública, DEMóstenes torres. O que eles dizem um do outro, e de terceiros, é muito mais que chumbo grosso. As acusações mútuas de rapinagem, ladroagem e sacanagem, são de fazer corar as damas do meretrício ou detentos de Catanduva. Sobrou para Íris Resende, ACM Neto... FALA DEMóstenes: O PSDB resolveu salvar Marconi Perillo, que gastou uma fortuna dos cofres públicos para custear sua absolvição. Os “éticos” do Senado viram uma oportunidade para se livrarem de quem os retirava do noticiário cotidiano nacional. O Judas Ronaldo Caiado reinventou a tese de que não existem traições de pessoas e sim de princípios e que para isso estava autorizado a qualquer coisa com algum alcance moral, inclusive trair, à semelhança de Hitler, Mussolini, Stalin e tantos outros degenerados. Viu aí uma oportunidade para soerguer-se politicamente. Bastava afundar-me no buraco e, prazenteiramente, o fez. Ronaldo é um mitômano e tem um comportamento dúbio, às vezes tíbio, às vezes dissimulado. Ronaldo fazia sim, parte da rede de amigos de Carlos Cachoeira, era, inclusive, médico de seu filho. Mas não era só de amizade que se nutria Ronaldo Caiado, peguem as contas de seus gastos gráficos, aéreos e de pessoal, notadamente nas campanhas de 2002, 2006 e 2010, que qualquer um verá as impressões digitais do anjo caído. Siga o dinheiro. Caiado não ousou me defender, me traiu, mas, em relação a Agripino Maia, figura pouquíssimo republicana, disse que ele merece o benefício da dúvida. Poucos sabem, mas o político potiguar e seus companheiros de chapa em 2010 foram beneficiados pelo “esquema goiano”, com intermediação de Ronaldo Caiado. Ronaldo Caiado é chefe de um dos mais nocivos vagabundos de Goiás,.. Ronaldo Caiado é um oportunista. Ano passado sua degradação se expandiu. Ronaldo Caiado, no afã de ser candidato a Senador ao lado de Marconi Perillo, foi atrás de Aécio Neves e Agripino Maia (este dependente financeiro de Perillo)... Seguirá as ordens de seu chefe político ACM Neto, que financiou sua última campanha em Goiás e que lhe assegurou, caso perdesse a eleição, o confortável posto de secretário de saúde em Salvador, em cuja região Caiado costuma passar suas férias às expensas da empresa OAS”. Como diz o jargão: Sem comentários.

Intervenção
Ao contrário do ano passado, mesmo tendo havido grandes manifestações da direita brasileira nos últimos dias, os seus principais “militontos” não saíram às ruas ontem para pedir a volta da ditadura militar.

Intervenção II
Corruptos e idiotas politicamente, mas espertinhos, os fascistas se aproveitam das grandes mobilizações contra a corrupção. E querem que os incautos acreditem que o povo brasileiro quer a volta do “cale-se” e das “tenebrosas transações”

Primeiro de abril
Hoje é o verdadeiro aniversário do golpe militar. Em 1º. de abril de 1964, o Brasil recebeu a sua maior mentira. Uma ditadura que prometia restabelecer a democracia, derrubando um presidente constitucionalmente no cargo. E sofremos duas décadas e ainda temos a ressaca.

FotoLegenda
Os “malas”, por si, se destroem...