terça-feira, 17 de março de 2015

Onde socaram 790 mil manifestantes da Paulista?

É bem verdade que a Matemática mente, pois existem as ponderações, as estatísticas, as médias e as proporcionalidades. Mas preferimos acreditar nela como uma ciência exata. Lembro muito em palestras que “se meus pés estiverem dentro do fogo e minha cabeça no congelador, minha temperatura média estará excelente”. Quando dizemos que a renda per capita na capital do RN é de quase R$ 1.200,00, significa dizer que cada natalense ganha, em média, R$ 100,00 por mês, mas como sabemos, existe uma elite que tem padrão de vida melhor que a de países europeus, enquanto milhares de natalenses estão inscritos no programa Bolsa-Família porque têm renda inferior a um dólar por dia. Em épocas de campanha política, a guerra dos números é diária com o lançamento de pesquisas para todos os gostos e desgostos. A Matemática voltou ao centro da discussão no Brasil nesta semana, com a guerrinha que se formou em torno das estimativas de número de manifestantes nos atos pró-Dilma, no último dia 13 de março e contra Dilma, em 15 de março. Enquanto dirigentes da CUT, UNE e MST, organizadores do ato da sexta feira, calcularam em cem mil manifestantes na Avenida Paulista, o Instituto Data Folha calculou em 41 mil e a Polícia falava de muitos menos. No domingo, foi a vez da inversão. Enquanto a Polícia Militar do governo tucano Geraldo Alckmin e a Rede Globo, a grande mobilizadora, falavam de um milhão de pessoas em saltos gigantescos como o de 240 mil, para 500 mil num intervalo de 15 minutos, até chegar a um milhão, os organizadores falavam nas redes sociais em até dois milhões. O Datafolha, mesmo reconhecendo como sendo o maior ato público depois da luta das Diretas Já, calculou em 210 mil. A Avenida Paulista possui 2.700 metros de comprimento por 55 metros de largura, incluindo-se as calçadas. Quando não trata de estatísticas, ponderações, médias e estimativas, a Matemática fala de números absolutos. Então, vejamos. A Avenida Paulista inteira tem 148.500m². Não tivesse canteiros, entradas de túneis, bancas de revistas, diversos outros equipamentos que ocupam espaços ao longo da avenida, além dos muitos espaços vazios que eram vistos nas imagens de TV, baseando-se na média de quatro pessoas por metro quadrado, estimativa que é feita para eventos em que as pessoas estão altamente adensadas, teríamos ali 594.000 manifestantes. Ou seja, pouco mais da metade do que disse a Rede Globo e a Polícia. Um quarto do que querem os organizadores, por cuja estimativa se chegaria a mais de dez manifestantes por metro quadrado. Ora, ora... dez indivíduos por metro quadrado é o que se recomenda para frangos caipiras, dando-se-lhes ainda um espaço para passeio e pastagem. O Datafolha, instituto de um jornal claramente antipetista avalia em 210 mil no ato anti-Dilma. Admitindo-se que seu cálculo está certo, resta saber onde socaram 790 mil manifestantes. Por essas e outras, tem gente chamando o dia 15 de março, de “1.º de abril fora de época”. Principalmente um repórter que entrevistou dez pessoas e todas dez falaram mentiras. Sem contar com o panfleto convocatório em nome do bispo dom Odilo Scherer, que o obrigou a responder com raiva, mesmo sendo um dos bispos mais reacionários do nosso clero.

Homenagens
Grato ao vereador Tomaz Neto por ter incluído nosso modesto nome na lista dos agraciados com a Medalha do Mérito Cultural, durante solenidade de comemoração do aniversário de emancipação de Mossoró.

Democracia
O jurista Paulo Linhares falou em nome dos agraciados e eu me senti totalmente representado pelo seu discurso forte, coerente e esclarecedor. Além de agradecer, por todos nós, as homenagens, aproveitou a tribuna para lançar o grito de todos os brasileiros sérios, inclusive os de oposição ao Governo Dilma, contra o pedido estúpido de intervenção militar. Sabemos que mesmo entre os que se manifestaram democraticamente e de forma respeitosa contra o governo a imensa maioria não concorda com essa estupidez de pedir a volta da ditadura. Tanto é que a Rede Globo, golpista por essência não divulgava este detalhe quando mobilizava o povo para ir à Avenida Paulista. 31 de março está chegando. E aí veremos quantos, de fato, são os manifestantes que pedem a volta da ditadura.

SwissLeaks
A senadora Fátima Bezerra é um dos três nomes indicados pelo PT para a CPI que vai investigar a evasão de dinheiro para o HSBC na Suíça. Quase 6.600 brasileiros altamente privilegiados que levaram nada menos que 8,5 bilhões de dólares para fora do País, sonegando impostos. Dinheiro este, todo de origem duvidosa, quando não claramente roubado, especialmente da Privataria dos tempos FHC

FotoLegenda
A princesa Isabel assinou a lei Áurea depois de ter assinado a Lei do Ventre Livre e a Lei do Sexagenário. Assinou, assim, a sentença de morte do império. Monarquistas históricos, ao perderem seus escravos, viraram “republicanos” de carteirinha e foram às ruas, para derrubar dom Pedro II. Mas não tinham nada contra ele. Era o medo da princesa abolicionista se tornar imperatriz com plenos poderes. O mesmo espírito prevalece hoje em nossas elites. Vejam os cartazes e entendam parte do imenso ódio que a elite arrogante tem contra Lula, Dilma e o PT.