terça-feira, 19 de maio de 2015

Educação se constrói com diálogo, não com violência

O ex-presidente Lula publicou no Facebook um texto em defesa da educação, com elogios ao governador de Minas, Fernando Pimentel, por ter iniciado o pagamento do piso salarial dos professores, e críticas aos tucanos que administraram o Estado nos últimos 12 anos e não cumpriram a  lei do Piso Salarial Profissional Nacional. "Cumprimento o governador Fernando Pimentel, que mesmo recebendo uma situação financeira difícil do governo anterior, conseguiu em cinco meses fazer o que não foi feito em 12 anos pelos tucanos no Estado: dialogar e respeitar os educadores mineiros", afirma. Abaixo, o texto na íntegra:  Educação se constrói com diálogo, não com violência. A educação é o principal caminho para um futuro melhor para todos os brasileiros. E esse caminho passa pela valorização dos professores. Em junho de 2008, eu assinei a lei do Piso Salarial Profissional Nacional. Minas Gerais, um dos Estados mais ricos da federação, não obedecia a essa lei. Por isso, fiquei muito feliz ao saber que o Governo do Estado de Minas Gerais celebrou um acordo histórico com o sindicato da categoria, estabelecendo o pagamento do Piso Salarial Profissional Nacional para os professores. Cumprimento o governador Fernando Pimentel, que mesmo recebendo uma situação financeira difícil do governo anterior, conseguiu em cinco meses fazer o que não foi feito em 12 anos pelos tucanos no Estado: dialogar e respeitar os educadores mineiros. E cumprimento também o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação em Minas Gerais (SIND-UTE), que depois de muita luta durante os governos tucanos, conseguiu, entre outras conquistas, reajuste salarial expressivo para todo o magistério, inclusive os aposentados, descongelamento da carreira e outras vitórias importantes para a qualidade da educação pública mineira. Enquanto em alguns estados os governos não dialogam com os professores, o Partido dos Trabalhadores e os partidos aliados em Minas Gerais mostram que é possível avançar tanto na negociação democrática quanto na valorização dos educadores. Educação se constrói com diálogo, não com violência. Assina: Luiz Inácio Lula da Silva.

Brasília
Estamos em Brasília no Terceiro encontro Nordestino de Literatura de Cordel em Brasília. São sessenta cordelistas e repentistas de vários Estados do Nordeste e do Sudeste, centros de migração nordestina. De Mossoró, conosco, os poetas Antonio Francisco e Aldaci de França. Estamos na honrosa condição de curador do evento que nasceu no lançamento do nosso livro sobre Lula na Literatura de Cordel em 2009.

O ovo da serpente
Guga Noblat, filho de Ricardo Noblat, foi agredido no último domingo pelos ensandecidos militantes do golpe militar e do impeachment. Ele chegava em casa, pois mora perto do Museu de Arte de São Paulo (MASP). É nisso que dá o que o pai dele, jornalista Ricardo Noblat, e uma reca de jornalistas fascistas estão pregando na mídia golpista. Vejamos a nota:

O ovo da serpente II
Um ovinho da serpente do fascismo estourou ontem na Avenida Paulista. Um bando de idiotas, frustrados com a manifestação fracassada, resolveu descarregar veneno sobre o Guga Noblat, que passava por ali com a mulher e a filhinha no colo. A intolerância elevada ao cubo. Talvez isso convide o vovô da pequetita, o jornalista Ricardo Noblat, a meditar um pouco mais sobre o que está acontecendo, e sobre o envenenamento que a mídia conservadora vem instilando dia após dia.

FotoLegenda
Prêmio Nacional da Olimpíada de Português recebido por estudante do Assentamento 8 de Abril, em Jardim Alegre, no interior do Paraná, mostra a importância da formação e integração da comunidade. E ainda tem imbecil que acha que em assentamento de reforma agrária só mora vagabundo e analfabeto.